sexta-feira, 19 de maio de 2017

Jornalistas formados pela Unimep apresentam livros-reportagens













Dois jornalistas formados pela Unimep apresentam, na próxima semana, aos alunos da universidade, livros-reportagens que produziram durante seu Trabalho de Conclusão de Curso. Gabriela Andrade Ferraz e Leon Domarco Botão, os dois formados em 2015, expõem os materiais aos estudantes do 3º semestre do curso.

A apresentação dos livros integra as atividades da disciplina Redação Jornalística II, ministrada pelo professor Paulo Roberto Botão. As exposições, entretanto, serão abertas a estudantes de outros semestres do curso de Jornalismo e a todos os que tiverem interesse.

Gabriela Andrade Ferraz apresentará o livro A Alma de Santa Olímpia, sobre a colônia tirolesa de Piracicaba. Concluído como TCC em 2015, o livro, da Editora 3i, foi lançado ao público em outubro de 2016, em evento no Café Tirol, em Santa Olímpia. O livro também foi selecionado para apresentação durante a Expocom (Mostra Experimental da Pesquisa em Comunicação) 2017, na região Sudeste.

Leon Domarco Botão apresentará o livro Flores que Choram, também resultado de TCC concluído em 2015. O livro aborda a violência contra a mulher por meio da história de cinco mulheres reais, vítimas de violência doméstica causada por seus maridos. Foi editado com apoio do Sindban (Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região) e da Feeb (Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul) e lançado em Piracicaba, em março de 2016, no contexto da Semana da Mulher.

A apresentação do livro A Alma de Santa Olímpia será realizada no dia 23 de maio (terça-feira), às 19h30. A apresentação do livro Flores que Choram acontece no dia 25 de maio (quinta-feira), às 19h30. As duas apresentações serão feitas no Campus Taquaral da Unimep, na sala 208T65, no Bloco 8.

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Palestra na Unimep marca 80 anos do Sindicatos dos Jornalistas
























Os 80 anos do SJSP (Sindicato dos Jornalistas no Estado de São Paulo) serão tema de palestra e debate que acontecem na Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba) no próximo dia 15. O evento, organizado pelo Curso de Jornalismo da universidade e pela Regional de Piracicaba da entidade, acontece no Campus Taquaral da Unimep (Sala Vermelha), às 19h30, e é aberto à comunidade.

O presidente do SJSP, Paulo Zocchi, fará palestra sobre a trajetória da entidade e sua importância para a organização dos jornalistas no Estado de São Paulo e no país. O dirigente também fará avaliação do quadro atual enfrentado pelos profissionais da área, considerando as mudanças tecnológicas que afetam a imprensa e também o momento político e econômico vivido no Brasil.

O SJSP é referência na organização dos trabalhadores jornalistas, tendo sido protagonista na conquista de direitos da categoria, como o piso salarial e a jornada de trabalho de cinco horas. A entidade foi decisiva na realização de movimentos grevistas como os de 1961 e de 1979. Além disto, se manteve sempre na luta por direitos gerais da população brasileira, principalmente ligados à democracia.

A palestra e o debate também permitirão aos presentes, principalmente os estudantes de jornalismo da Unimep e os jornalistas da região, o diálogo sobre temas de interesse comum, como a formação do jornalista e a defesa do diploma para o exercício da profissão e o estágio obrigatório para os estudantes. Outro ponto a ser abordado será a necessidade de fortalecimento do sindicato e a campanha de filiação realizada atualmente pela entidade.

sexta-feira, 7 de abril de 2017

Câmara de Santa Bárbara premia jornalistas formados pela Unimep

Foto: Cláudio Mariano/Divulgação
























A Câmara de Vereadores de Santa Bárbara D’Oeste homenageou na última terça-feira, 4, dois jornalistas egressos da Unimep. Oswaldo Bachi Jr., formado na turma de 1985 e Leon Domarco Botão, na turma de 2015, receberam o prêmio Graça Camargo de Comunicação, concedido aos principais destaques da imprensa regional.

A definição dos premiados é feita por meio de votação e neste ano mais de 50 profissionais que atuam na cidade participaram da escolha. O prêmio é concedido a profissionais que se destacam em seis categorias: Jornalismo Impresso, Radiodifusão, Televisão, Fotojornalismo, Assessoria de Imprensa e Jornalismo Digital. A homenagem foi instituída por Decreto Legislativo de autoria do ex-vereador Fabiano Ruiz Martinez, o Pinguim (DEM).

Oswaldo Bachin Júnior, destaque na categoria televisão, também é radialista e atualmente é um dos narradores esportivos dos canais Spotv. Ao longo de sua carreira atuou como rádio escuta, repórter, locutor e mestre de cerimônia. Já passou por empresas de rádio e televisão e também foi coordenador de assessorias de imprensa e comunicação nas prefeituras de Americana e Nova Odessa, e na Câmara de Americana.

Leon Domarco Botão é repórter no jornal O Liberal. Já atuou no Jornal de Piracicaba, G1 Piracicaba e Todo Dia. É autor do livro-reportagem Flores que Choram, resultado do seu Trabalho de Conclusão de Curso na Unimep.

Também foram premiados os profissionais
Luciane Modenese, repórter e apresentadora da Santa Bárbara FM, na categoria Radiodifusão; Marcelo Rocha, repórter fotográfico do jornal O Liberal, na categoria Fotografia; Marcos Danilo, assessor de imprensa do DAE (Departamento de Água e Esgoto), na categoria Assessoria de Imprensa; e Ricardo Camargo, repórter do portal SBNotícias, na categoria Jornalismo Digital.

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Aluno da Unimep vence prêmio de periodismo do Mercosul












O aluno da Unimep Caio Nogueira Antunes, do quarto semestre do curso de jornalismo, venceu o 1° Prêmio de Periodismo Científico do Mercosul.

O prêmio foi realizado nas categorias escrita e fotografia e contou com a participação de pessoas residentes em todos os países membros e associados ao Mercosul (Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela). O tema geral da edição foi “Ciência, Tecnologia e Inovação para a alimentação”.

Nogueira inscreveu-se na modalidade escrita, para estudantes de jornalismo, com seu texto “Benefícios da romã à saúde”, produzido em seu estágio, na Esalq.

O estudante recebeu o premio em Assunção, no Paraguai, no último dia 23. O discente teve todas as despesas de viagem e hospedagem pagas pela organização do prêmio e recebeu uma placa de reconhecimento da RECyT (Reunião Especializada de Ciência e Tecnologia do Mercosul).


Confira o texto da reportagem: Benefícios da romã à saúde

 Para mais informações, acesse o site oficial do evento

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Docentes da Unimep integram diretoria da Associação Brasileira de Ensino de Jornalismo

Integrantes da nova diretoria no encerramento do 16º ENPJ


















Três docentes da Unimep foram eleitos para a nova diretoria da Abej (Associação Brasileira de Ensino de Jornalismo), que ocorreu durante o 16º Encontro Nacional de Professores de Jornalismo, realizado em Goiânia, entre os dias 29 e 30 de setembro. A entidade está organizada em todo o país e até a gestão anterior se denominava Fórum Nacional de Professores de Jornalismo, instituição em atividade há mais de 20 anos.

O professor Paulo Roberto Botão, coordenador do curso de Jornalismo, integrará a diretoria executiva da entidade, no cargo de Secretário Geral. O professor Belarmino Cesar Guimarães da Costa, diretor da Faculdade de Comunicação e Informática, ocupará a suplência da executiva e o professor Wanderley Garcia o Conselho Consultivo. O presidente da entidade para a gestão 2016/2018, será o professor Marcelo Engel Bronosky, da UEPG.

Durante o encontro de Goiânia os participantes debateram o tema central “A editorialização ideológica e as distorções éticas no jornalismo: como as universidades percebem e encaminham a questão”. O evento também incluiu o Encontro Nacional de Coordenadores de Curso de Jornalismo, mediado pelo professor Botão, e um painel com a presença da diretora de Avaliação e Ensino Superior do Inep/MEC, Sueli Macedo Silveira, que tratou dos processos de avaliação dos cursos e jornalismo.

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Alunas de jornalismo fazem intercâmbio no Chile


Ana Rizia e Marina Gomes (centro para direita), nas ruínas de Huanchaca






















As alunas Ana Rízia Caldeira e Marina Gomes, do 6º semestre de Jornalismo da Unimep participam desde o início de agosto, de um período de intercâmbio na UCN (Universidad Católica Del Norte), no Chile. Até o mês de dezembro, as discentes terão a oportunidade de cursar disciplinas do curso de Periodismo da instituição chilena, na cidade de Antofagasta, situada a 1370 km de Santiago.

A permanência das estudantes no Chile ocorre no contexto do Programa de Intercâmbio da Unimep. Ao longo deste semestre, as discentes irão cursar as disciplinas : Plan de Negocios, Realidad Histórica Comtemporánea de Chile, Edición de Medios, Proyecto de Investigación e Formatos Televisivos y Documentales.
Ana Rízia, em La Portada, Antofagasta

Para a estudante Ana Rízia, um dos destaques na instituição é o foco na formação cultural. . “Impressionou a motivação cultural e social que toda a instituição faz questão de incluir na rotina dos alunos, algo que mostra o quanto uma faculdade pode ser mais que um lugar de formação, tanto que todo o corpo docente reforça a ideia de ambivalência por aqui, na qual os alunos podem ter a certeza de que serão aceitos independente da religião, classe ou pátria”, observa.

Marina Gomes em Cuidad de Antofagasta


Marina Gomes explica que ao escolher as disciplinas a cursarem, procuraram não se ater à formação técnica, mas buscar contato com a realidade do país. Neste campo, ela destaca a opção por Realidad Histórica Comtemporánea de Chile, que permite conhecer mais sobre o país a partir de periódicos e fatos históricos.

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Debate reúne fotojornalistas de Corinthians e São Paulo

Daniel Augusto Jr., da Agência Corinthians

Rubens Chiri, da Agência São Paulo



























Os fotojornalistas Daniel Augusto Júnior e Rubens Chiri debatem, na Unimep, na próxima segunda-feira, sobre o tema Fotojornalismo e cobertura esportiva no Brasil. Além de serem profissionais de longa trajetória, com passagens por expressivos veículos de imprensa do país, os debatedores têm em comum, neste momento, o fato de atuarem como fotógrafos em dois dos principais times de futebol do país, Corinthians e São Paulo.
Rubens Chiri atua na Agência São Paulo e Daniel Augusto Júnior na Agência Corinthians. Antes de chegarem aos clubes, responsáveis pela (talvez) maior rivalidade no contexto atual do futebol brasileiro, os profissionais já construíram uma rica história no campo do fotojornalismo. Confira abaixo os currículos dos debatedores.

O evento, organizados pelos cursos de Fotografia e Jornalismo da Unimep, será realizado no auditório Verde, Campus Taquaral da universidade, a partir das 19h30, e é aberto a todos os interessados.


Daniel Augusto Júnior
Sou fotojornalista desde 1980, tendo trabalhado em praticamente toda grande imprensa de São Paulo como Folha de S. Paulo, O Globo, Placar, Editora Globo. Participei do projeto inicial do Diário Lance, primeiro diário esportivo em cores, como coeditor de fotografia e repórter fotográfico desde 1997 até 2001. Foi sócio da Agência F4 uma, das primeiras agências de fotojornalismo do Brasil, pioneira na luta dos repórteres fotográficos por melhores condições de trabalho, respeito à lei 9610/98, a Lei do Direito Autoral e pelo respeito ao crédito nas publicações. Em 2003 começou a fotografar para o site do Corinthians, e desde janeiro de 2008 acompanha o time como fotógrafo oficial, um trabalho pioneiro de documentação de treinos, jogos e bastidores. Nesses quase nove anos de trabalho, participou da publicação de nove livros - oito de títulos conquistados e um em homenagem ao ex-técnico Tite. O livro da conquista da Copa Libertadores 2012 de forma invicta ficou duas semanas com o quinto livro mais vendido no Brasil.

Rubens Chiri
Rubens Chiri, paulistano, tem formação em administração de empresas e fotografa profissionalmente desde 1989. Aperfeiçoou-se em Oficinas Culturais do Estado de São Paulo e em cursos do SENAC. Montou seu estúdio em 1990. Dois anos depois, ingressou no fotojornalismo. Integrou a equipe de fotojornalistas do Diário Popular de 1992 a 1997. Em 1996 fundou a Perspectiva Agência Fotográfica, que presta serviços para empresas nacionais e internacionais. Em 1997 ministrou cursos de fotojornalismo em Oficinas Culturais do Estado. Desde então, vem ministrando palestras em faculdades e entidades ligadas à fotografia. No período de março de 2000 até março de 2001 foi o único fotógrafo do site SportJá! no Brasil. Em 2004 assumiu a presidência da ARFOC-SP - Associação de Repórteres Fotográficos e Cinematográficos do Estado de São Paulo, para a gestão 2004/06 e reeleito presidente até 2008. Reassumiu a presidência em 2014/16. Foi também coordenador da Comissão de Jornalistas de Imagem do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo e diretor de Cultura e Comunicação do mesmo Sindicato, 2006/08. Participou como delegado do Sindicato em três congressos nacionais de jornalistas organizados pela Fenaj e foi eleito em 2008 diretor da APIJOR - Associação Brasileira da Propriedade Intelectual. Fez parte da comissão julgadora dos prêmios Esso, Ethos, Consigo e OAB/SP, na categoria fotografia. Atualmente, é fotógrafo e editor de fotografia dos Anuários do Futebol Brasileiro e Turismo (SP), parceiro da Agência Estado. Teve como principais clientes Banco Bradesco, Bradesco Cartões, Fundação Lemman, Insper, Itaú Cultural, assessorias de comunicação em diversas áreas. Desde 2001 é o fotógrafo oficial do São Paulo Futebol Clube.