segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Estudantes de Jornalismo apresentam TCCs

Foto: Tiago Marquesini























Os alunos do concluintes Curso de Jornalismo da Unimep apresentam, entre os dias 11 e 20 de dezembro, 13 TCCs (Trabalhos de Conclusão de Curso). Além destes, um trabalho de fotojornalismo já foi apresentado no dia 29 de junho. A apresentação marcou a abertura de exposição das fotografias, que permanecem no Átrio da Biblioteca (Campus Taquaral) até o dia 20 de dezembro.

Ao todo foram desenvolvidos 14 projetos, nas modalidades de fotojornalismo, livro-reportagem, monografia, radiojornalismo, documentário e reportagem especial em rádio e TV, jornalismo multimídia, assessoria de imprensa e revista.


Os produtos retratam temas como a presença da mulher no maracatu, religião e recuperação de drogas, moda, linguagem do game, futebol, autismo, o basquete da Unimep e o rompimento da barragem da Samarco em Mariana (MG), entre outros.

As bancas de avaliação são todas públicas, e acontecem no Bloco 8 do Campus Taquaral, na sala 208T63.


Segue o cronograma com datas e horários das apresentações:

* Segunda-feira / 11.12

19h20
Ponto de Virada: a força da fé na luta contra as drogas
Modalidade: Livro-reportagem
Autores: Caroline Castilho e Pedro Geraldo Gaspar Júnior

21h00
Jornalismo e manipulação: as capas da Folha de S. Paulo nos períodos pré e pós-impeachment
Modalidade: Monografia
Autores: Daiane Santos da Silva e Maira Rodrigues Bacellar

* Terça-feira / 12.12

19h20
A moda nunca sai de moda
Modalidade: Reportagem especial em áudio
Autores: Amanda Wendland Medeiros, Fernanda Maestro, Isabela Orzari Guevara, Thainá Rambaldo

21h00
A linguagem do game na produção de jornalismo digital: análise dos sites Blasting News Brasil e Folha de S. Paulo
Modalidade: Monografia
Autores: Serjey Joseph M.C. Martins

* Quarta-feira / 13.12

19h20
As Joias do Décio Vitta
Modalidade: Documentário em vídeo
Autores: Guilherme Augusto Milani, Júlia Marcicano N.Zini, Leonardo O. S. Coutinho, Lucas Vaz, Vinícius de Assis Bringel, Wesley Barbosa Sudré

21h00
De Ponta a Ponta
Modalidade: Jornalismo Multimídia
Autores: Fernanda Mazi Dacome, Laís T. Carvalho dos Santos

* Quinta-feira / 14.12

19h20
Polifonia!
Modalidade: Jornalismo Multimídia
Autores: Ana Rízia Caldeira Santos, Jaqueline Altomani da Silva, Lívia Maria da Silva, Thainara Cabral Morais

21h00
Autismo, para ajudar é preciso entender
Modalidade: Assessoria de Imprensa
Autores: Flávia Almeida Ribeiro, Gabriela Fassis Vicentini, Kelly Suzan Almeida, Graziela de Jesus N. Reina

* Segunda-feira / 18.12

19h20
Revista Vde
Modalidade: Revista Imprensa
Autores: Raissa Secomandi Sarra, Raíssa Natasha Ciccheli, Marina Campos Gomes

21h00
Associação Desportiva Unimep: A casa do basquetebol feminino
Modalidade: Jornalismo Multimídia
Autores: Luiz Silva, Mauro Adamoli, Yuri Dias Barbosa, Mirela Colombo

* Terça-feira / 19.12

19h20
Epílogo!
Modalidade: Reportagem Especial em Vídeo
Autores: Felipe Gonçalves Marcos, Vinícius Barbosa, Mariana Mondini, Vinícius Queiroz, Tainá Francine Oliveira

* Quarta-feira / 20.12

19h20
Feed
Modalidade: Revista Impressa
Autores: Ana Clara S. Gaspareto, Jeniffer C. P. dos Reis, Marcela Freitas Paes, Natália C. C.do Amaral

19h20
Bento Rodrigues: Os Sons do Silêncio. Mariana-MG
Modalidade: Fotojornalismo
Autores: Tiago Marquesini dos Santos

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Exposição de fotojornalismo destaca mulher no Maracatu
















Fotos foram produzidas como Trabalho de Conclusão de Curso em Jornalismo na Unimep

A exposição de fotojornalismo “A forma do feminino no maracatu”, da estudante Andressa dos Santos, será aberta de forma inédita nesta quarta-feira, 29, no Campus Taquaral da Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba). A abertura será marcada pela realização da banda de TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) da aluna, que desenvolveu a reportagem fotográfica como atividade principal em seu oitavo semestre do Curso de Jornalismo da instituição.

A banca, que é aberta ao público, e a abertura da exposição irão ocorrer no Átrio da Biblioteca da Unimep, no Campus Taquaral, a partir das 19h30. As 26 imagens da mostra foram produzidas durante o segundo semestre deste ano, sob a orientação da jornalista e professora de fotojornalismo Joyce Guadagnuci. A banca de avaliação do projeto será comporta também pelo jornalista João Turquiai Júnior, docente do curso de Jornalismo, e pelo fotógrafo Renato Petean Marino, do curso de fotografia da Unimep;

O conteúdo da exposição inclui 26 fotografias no formato 30 x 40. O trabalho expõe as integrantes dos grupos de maracatu da região por meio de ensaios fotográficos, cobertura de eventos – como o Encontro de Maracatu de Piracicaba – e registros dos ensaios dos grupos. Fazem parte desse projeto o Baque Caipira de Piracicaba, Baque Mulher e Estação Quilombo de Americana, Baque de Santa de Santa Bárbara d’ Oeste e Baque do Zé Limeira, de Limeira.

O projeto da aluna estará aberto para visitações até dia 20 de dezembro. Interessados podem conferir a exposição de segunda à sexta-feira, das 8h às 22h, e aos sábados, das 8h às 16h. A entrada é gratuita.

Segundo Andressa, que integra os grupos Baque Caipira, de Piracicaba, e Baque Mulher, de Americana, o objetivo da exposição é refletir sobre a representação da mulher dentro desta manifestação cultural. “Antigamente, apenas homens podiam tocar. Hoje, isso ainda acontece em algumas das nações tradicionais de maracatu”, diz.

(Foto: Andressa Santos)

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Alunos da Unimep participam da Semana Estado de Jornalismo
















Um grupo de 15 estudantes de Jornalismo da Unimep participa, até a próxima sexta-feira, 27, da Semana Estado de Jornalismo. Promovido pelo jornal O Estado de S. Paulo, o evento é realizado desde 1993 e reúne todos os anos centenas de alunos de cursos de jornalismo de todo o país. Neste ano teve início na terça-feira, 24, e aborda o tema “Jornalismo em rede”.

Os participantes da Semana Estado participam de palestras promovidas na sede do Estadão em São Paulo. A cada dia profissionais do próprio jornal, e de outros veículos de informação jornalística do Brasil e de outros países, fazem exposições sobre questões éticas, políticas e técnicas da profissão.

Os estudantes presentes durante todo o evento também têm a oportunidade de se inscreverem no 12º Prêmio Santander Jovem Jornalista. Para concorrer ao prêmio os participantes precisam elaborar uma reportagem, a partir de tema indicado pelos organizadores. Os seis finalistas do concurso têm suas reportagens publicadas no site do Estadão e recebem um notebook, enquanto o vencedor tem seu texto publicado também na versão impressa do jornal e recebe uma bolsa de estudos para um curso de especialização na Universidade de Navarra, na Espanha.

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Unimep realiza debate sobre Jornalismo, Cidadania e Política













Ex-prefeito de Piracicaba, o economista José Machado será um dos debatedores

Em tempos de crise política, fragilidade das instituições, e enfraquecimento da democracia, o curso de Jornalismo da Unimep realiza na próxima quarta-feira, dia 20, o debate: Jornalismo, Cidadania e Política. Será um encontro para debater rumos e saídas para o Brasil diante da conjuntura e o papel dos jornalistas e da imprensa neste processo.

A mesa será composta por:


José Machado, economista, foi prefeito de Piracicaba (1989/92 e 2001/2004), professor da Unimep, deputado estadual e federal, presidente da Agência Nacional de Águas (ANA) e secretário executivo do Ministério do Meio Ambiente;
Adelino de Oliveira, filósofo, é professor do  Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo, campus Piracicaba, atuando com os temas:  Direitos Humanos, Pós-modernidade, Ética, Ciências da Religião e Educação.
Mario Camargo, jornalista, foi diretor de Comunicação das prefeituras de Campinas e Maringá, assessor de comunicação da Transpetro e da Petrobras, atualmente é assessor parlamentar na Câmara Municipal de Campinas.

O debate será realizado no dia 20 de setembro (quarta-feira), às 19h30, no Campus Taquaral da Unimep (Auditório Verde). O evento é gratuito e aberto a todos os interessados, não havendo necessidade de inscrição prévia. 

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Curso de Jornalismo promove 14ª Mostra de Documentários


















O Curso de Jornalismo da Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba) promove, na próxima terça-feira, 19 de setembro, a sua 14ª Mostra de Documentários. Durante o evento, que acontece a partir das 19h30, no auditório Verde (Campus Taquaral), e é aberto à comunidade, serão exibidos oito documentários produzidos pelos estudantes do último ano do curso de Jornalismo da instituição.

As produções são desenvolvidas durante o sétimo semestre do curso de Jornalismo, na disciplina Telejornalismo II, que é ministrada pela professora Ana Maria Cordenonssi, coordenadora do projeto desde o seu início. Neste ano serão exibidos os documentários: Além de mim, Divindades, Identidade Drag, Pé na Terra, Poética das Ruas, Resiliência, Rádio emoção e Salão de Humor.

Após esta primeira apresentação, os vídeos também devem ser exibidos na programação da TV Unimep (Canal 13 da Net) e serem disponibilizados na internet, a partir do Portal de Notícias do Curso de Jornalismo, no endereço www.soureporter.com.br

Confira as sinopses e fichas técnicas dos documentários:

Além de mim
:  mostra, de forma humanizada, os procedimentos de transplante de órgãos realizados ainda em vida. Ele traz, nos relatos de pacientes e doadores, as várias fases do transplante desde a descoberta da doença, bem como o impacto e as transformações na vida de doadores e receptores. São histórias de como pessoas comuns puderam mudar o rumo de uma existência com o simples poder da palavra: sim.
Produção: Caroline Castilho, Daiane Santos, Fernanda Mazi, Laís Carvalho, Pedro Gaspar e Tiago Marquesini
Direção: Laís Carvalho

Divindades:
o documentário traz a o olhar de diversas religiões (Metodista, Católica, Evangélica, Umbanda e Santo Dime) sobre temas como amor, aborto, fanatismo.
Produção: Gabriela Fassis Vicentini, Graziela de Jesus Nascimento Reina, Julia Marcicano de Noronha Zini, Mayara Roberta Piantavina, Flávia de Almeida Ribeiro e Kelly Suzan de Almeida.
Direção: Graziela de Jesus Nascimento Reina

Identidade Drag:
Duas identidades em um só corpo, vivendo em universos paralelos: Alexya, Drama, Lana, Morgana, Nenny e Raava representam a veia artística que vive dentro de Bruno, Guilherme, Mateus Pereira, Bárbara, Gabriel e Mateus Santana. O documentário Identidade Drag conta as histórias de seis drag queens da região de Piracicaba que equilibram duas rotinas e carreiras distintas: sonhos, planos para o futuro e como a arte drag entrou na vida delas e quais os impactos e preconceitos que enfrentaram pelo caminho.
Produção: Ana Clara Gaspareto, Andressa Santos, Jeniffer Reis, Marcela Freitas Paes, Natália Cordeiro eVitor Ferezini
Direção: Marcela Freitas Paes

Pé na Terra:
O documentário "Pé na Terra" traz a história de pessoas que vivem de maneira simples, com práticas típicas de quem vive ou viveu em áreas rurais, mas morando em centros urbanos. No tumulto das cidades cercadas por prédios e barulho, os entrevistados relatam a vivência e o contato com a natureza, desde cultivo de hortaliças e frutíferas até a criação de animais, valorizando a opção pela simplicidade.
Produção:  Beatriz Supriano Perez, Caroline Pires Cadiz, Lucas Vaz, Marina Campos Gomes, Raissa Natasha Ciccheli, Raissa Secomandi Sarra e Vinícius Queiroz Santos
Direção: Raissa Secomandi Sarra

Poética das Ruas:
Piracicaba tem diversos movimentos culturais independentes. Nascida em 2009, a batalha de rimas, conhecida como Batalha Central, cresceu e ganhou espaço na cena hip hop da cidade. O movimento, que vai muito além das rimas e improvisos, se tornou espaço de educação e conhecimento. Poética das ruas mostra, através de relatos de organizadores e principais MC’s, a influência da Batalha Central como agente de transformação social.
Produção: Ana Rízia Caldeira, Jaqueline Altomani, Keline Mendes, Lívia Maria, Serjey Martins e Thainara Cabral
Direção: Lívia Maria

Resiliência:
O documentário apresenta histórias reais de superação das personagens Renata Prestello, Louyse Praxedes e Jorginete Dutra (Tininha) e como deram a volta por cima. O vídeo tem por objetivo mostrar a coragem e a força de vontade presentes em cada uma, apesar dos traumas e obstáculos vividos. A capacidade de enxergar o lado bom nas situações difíceis e aprender com elas são atitudes excepcionais que merecem ser transmitidas, para que toquem o coração das pessoas e sirva como exemplo. A música “Amanhecer” é da própria personagem Louyse Praxedes e pode ser conferida no final do documentário junto ao clipe.
Produção: Amanda Wendland, Felipe Gonçalves, Fernanda Maestro, Isabela Guevara, Marcos Barbosa, Mariana Mondini e Tainá Oliveira.
Direção: Fernanda Maestro

Rádio emoção:
O documentário revelam que as narrações em rádio mexem com o imaginário e com a emoção do mais contido torcedor. Além disso, são a fiel representação do futebol brasileiro nos primórdios tecnológicos, quando não havia o recurso da imagem. Mas como esse charmoso veículo que é parte importante na história da comunicação ainda segue colecionando ouvintes e contando histórias de maneira tão peculiar, em meio as constantes mudanças na sociedade e na maneira de se consumir informação?
Produção:
Guilherme Augusto Milani, Leonardo de Oliveira Soares Coutinho, Maíra Rodrigues Bacellar, Vinícius de Assis Bringel, Wesley Barbosa Sudré e Yuri Dias Barbosa
Diretor:
Leonardo de Oliveira Soares Coutinho e Wesley Barbosa Sudré


Salão de Humor:
Este audiovisual, aborda a criação, em 1992, do Salão Universitário de Humor da Unimep, que desde o início teve o objetivo principal de abrir espaço para jovens talentos do humor gráfico. Sátira, ironia, protesto: todo tipo de sentimento está refletido nas obras artísticas dos milhares de estudantes que já passaram pelo evento. 25 anos depois, o Salão se consolidou como porta de entrada para os estudantes ao mundo gráfico.
Produção: Luiz Carlos da Silva Filho e Mauro Antonio Adamoli Júnior
Direção: Luiz Carlos da Silva Filho

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Jornalismo e Fotografia se destacam no Congresso da Intercom


A FCI (Faculdade de Comunicação e Informática) da Unimep terá quatro trabalhos de estudantes apresentados durante o 40º Congresso Brasileirode Ciências da Comunicação, o Intercom 2017, que acontece esta semana em Curitiba (PR), na Universidade Positivo, entre os dias 04 e 09. O grupo participante é composto por oito estudantes, cinco do curso de Jornalismo e três do curso de Fotografia, que irão apresentar quatro trabalhos durante o evento.

Três trabalhos serão apresentados na Expocom (Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação). São projetos que foram vencedores do prêmio Expocom na fase regional, realizada em junho, no Rio de Janeiro. Os projetos foram qualificados para representar a região Sudeste nas modalidades Produção em Fotojornalismo, Produção em Jornalismo Digital e Fotografia Artística.

Do curso de Jornalismo serão apresentados os trabalhos Operação Zumbi dos Palmares, na categoria Produção em Jornalismo Digital, pelas alunas Fernanda Camilo Rosa, Fernanda Juliano da Silva e Jacqueline Passos, e Entre o corte e a cana, na modalidade Produção em Fotojornalismo, pela aluna egressa Beatriz Martins Graziano. Do curso de Fotografia será apresentado o projeto Introversão, na modalidade Fotografia Artística, pelas alunas Isabela Monteiro da Rocha Medeiros, Amanda Bianca e Mariana Deltreggia.

Intercom Júnior

A aluna Marcela Freitas Paes, do curso de Jornalismo, apresentará a comunicação científica Identidade Drag: a representação jornalística de minoria em uma plataforma multimidiática. A apresentação ocorrerá no Intercom Júnior, espaço destinado ao debate de pesquisas acadêmicas, na divisão temática de Jornalismo.  O trabalho foi realizado no sétimo semestre do curso, sob a orientação do professor Wanderley Garcia, e também contou com a participação dos alunos Ana Clara Gaspareto, Andressa Santos, Jeniffer Reis, Marcela Freitas Paes, Natália Cordeiro e Vitor Ferezini.

O Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação é promovido pela Intercom (Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação) e neste ano comemora 40 anos de realização.

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Jornalistas formados pela Unimep apresentam livros-reportagens













Dois jornalistas formados pela Unimep apresentam, na próxima semana, aos alunos da universidade, livros-reportagens que produziram durante seu Trabalho de Conclusão de Curso. Gabriela Andrade Ferraz e Leon Domarco Botão, os dois formados em 2015, expõem os materiais aos estudantes do 3º semestre do curso.

A apresentação dos livros integra as atividades da disciplina Redação Jornalística II, ministrada pelo professor Paulo Roberto Botão. As exposições, entretanto, serão abertas a estudantes de outros semestres do curso de Jornalismo e a todos os que tiverem interesse.

Gabriela Andrade Ferraz apresentará o livro A Alma de Santa Olímpia, sobre a colônia tirolesa de Piracicaba. Concluído como TCC em 2015, o livro, da Editora 3i, foi lançado ao público em outubro de 2016, em evento no Café Tirol, em Santa Olímpia. O livro também foi selecionado para apresentação durante a Expocom (Mostra Experimental da Pesquisa em Comunicação) 2017, na região Sudeste.

Leon Domarco Botão apresentará o livro Flores que Choram, também resultado de TCC concluído em 2015. O livro aborda a violência contra a mulher por meio da história de cinco mulheres reais, vítimas de violência doméstica causada por seus maridos. Foi editado com apoio do Sindban (Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região) e da Feeb (Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul) e lançado em Piracicaba, em março de 2016, no contexto da Semana da Mulher.

A apresentação do livro A Alma de Santa Olímpia será realizada no dia 23 de maio (terça-feira), às 19h30. A apresentação do livro Flores que Choram acontece no dia 25 de maio (quinta-feira), às 19h30. As duas apresentações serão feitas no Campus Taquaral da Unimep, na sala 208T65, no Bloco 8.